Parcelamento IRPF 2019

Parcelamento IRPF 2019 – Todo ano, os brasileiros precisam expor o seu rendimento à Receita Federal, que utiliza esse número para o cálculo do IRPF (Imposto de Renda sobre Pessoa Física), um tributo obrigatório a grande parcela dos cidadãos.

Como essa taxa costuma ter um valor elevado, o Governo permite, na maioria dos casos, o parcelamento da tarifa, algo bastante importante e sobre o qual iremos falar hoje!

Parcelamento IRPF 2019
Parcelamento IRPF 2019

Como Funciona o Parcelamento IRPF 2019?

Todo contribuinte do IRPF 2019 que tenha um tributo acima de R$ 100,00 possui o direito ao pagamento parcelado do imposto, o que pode se apresentar como uma excelente opção para quem está endividado.

Esse parcelamento recebe a aplicação de uma quota de 1% e da Selic (Taxa Básica de Juros da Economia). A principal característica desta última é o reajuste mensal pelo qual a mesma passa, o que faz com que as parcelas do tributo não tenham um preço fixo.

✅ Fique ligado: confira como emitir a DARF da Receita Federal.

Suponhamos, por exemplo, que o contribuinte queira dividir o seu tributo em oito vezes e que ele comece a pagar o mesmo em abril – o mês em que ocorrem os primeiros vencimentos da tarifa. Os juros incidentes sobre as prestações, nessa situação, serão:

1ª parcela (abril) Valor auferido
2ª parcela (maio) Valor auferido + 1%
3ª parcela (junho) Valor auferido + 1% + Selic de maio
4ª parcela (julho) Valor auferido + 1% + Selic de maio e junho
5ª parcela (agosto) Valor auferido + 1% + Selic de maio a julho
6ª parcela (setembro) Valor auferido + 1% + Selic de maio a agosto
7ª parcela (outubro) Valor auferido + 1% + Selic de maio a setembro
8ª parcela (novembro) Valor auferido + 1% + Selic de maio a outubro

 Posso Adiantar o Pagamento do IRPF Parcelado?

Algo que muitas pessoas não sabem é que Receita Federal admite adiantar, de modo parcial ou total, o pagamento das prestações restantes do IRPF. A vantagem disso é que, nesses casos, o individuo não tem de arcar com a Selic, apenas com a quota de 1% sobre cada parcela.

Adiantar o pagamento do Imposto de Renda 2019
Adiantar o pagamento do Imposto de Renda 2019

Leia mais: como emitir o extrato do INSS para imposto de renda 2019.


Diferenças entre o Pagamento À Vista e Parcelado

Como pôde ser visto anteriormente, o parcelamento do IRPF 2019 não é determinado de modo convencional. Portanto, antes de optar por essa alternativa, é importantíssimo que o contribuinte considere o que mais lhe convém.

Para facilitar essa análise, separamos as principais diferenças entre a quitação à vista e a parcelada do imposto de Renda 2019. Veja-as abaixo:

  • No pagamento em prestações há a incidência da Selic e da taxa de 1%, ao passo que isso não ocorre no pagamento à vista;
  • Ao pagar o tributo em somente uma parcela, o indivíduo não precisará mais se preocupar, ao decorrer do ano, com pagamentos referentes ao IRPF, enquanto no parcelado sim.
Pagamento Imposto de Renda 2019
Pagamento Imposto de Renda 2019

Como Pagar o IRPF Parcelado?

Caso queira saldar o IRPF de maneira parcelada, o contribuinte deve apontar isso ainda na declaração de renda.

Depois, para emitir o boleto das prestações, basta que a pessoa acesse o portal da Receita Federal e siga as etapas que serão recomendadas pela plataforma.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Cálculo Imposto de Renda 2019

Cálculo Imposto de Renda 2019 – Todo ano, milhares de brasileiros precisam declarar e pagar o imposto de renda. A contribuição serve para que o governo faça investimentos necessários ao país como em saúde, educação, segurança, estradas, dentre outros gastos importantes. Confira ao decorrer do artigo informações sobre o Cálculo Imposto de Renda 2019.

Esses cidadãos que precisam declarar são aqueles que ganham acima de um teto mínimo estipulado pela Receita Federal, órgão do governo federal que coordena o imposto de renda no país. Além disso, pessoas que possuem investimentos, bens móveis e imóveis dependendo do valor também precisa fazer a declaração.

Cálculo Imposto de Renda 2019
Cálculo Imposto de Renda 2019

Quem deve declarar Imposto de Renda

  • Pessoas que receberam, no ano de 2017, acima de R$ 28.559,70 por ano ou R$ 1.903,98 por mês devem declarar o imposto de renda nas datas e prazos estipulados pela Receita Federal deste ano de 2019;
  • Quem teve no ano base de 2017 rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil reais;
  • Aos trabalhadores da zona rural que tiveram uma renda bruta no ano de mais de R$ 128.308,50 devem realizar a declaração;
  • Cidadãos que fizeram algum tipo de investimento na bolsa de valores, no mercado financeiro em geral e mercado de capitais devem fazer a declaração do imposto de renda;
  • Pessoas que possuem bens móveis ou imóveis, terrenos e posses acima de R$ 300 mil reais;

Os contribuintes que não fizeram a declaração do seu imposto de renda podem ter graves problemas com a Receita Federal, com seus documentos e dados pessoais. Essas pessoas podem sofrer multas bem pesadas e até mesmo detenção de 2 anos em regime fechado.


Como calcular o Imposto de Renda

Para saber quanto será o seu IRPF 2019, é preciso saber fazer alguns cálculos para fazer a declaração de forma correta.

  • Pegue o seu salário em forma bruta e multiplique pela alíquota do INSS;
  • Depois subtraia pelo valor de dedução por dependente caso houver;
  • Logo multiplique pela alíquota do IR menos a parcela a deduzir do IR;

Com esse cálculo você chegará ao valor correto que deve usar em sua declaração do imposto de renda 2019. Se quiser usar uma calculadora automática acesse o site da Receita Federal neste link oficial do órgão http://www.receita.fazenda.gov.br/aplicacoes/atrjo/simulador/simulador.asp?tipoSimulador=M.


Cálculo Imposto de Renda 2019

Você pode calcular de forma manual ou de forma mais fácil automaticamente pelo site oficial da Receita Federal. Pela calculadora automática você pode fazer uma simulação de alíquota efetiva com imposto sobre a renda mensal ou anual.

Você precisa colocar seus rendimentos tributáveis, as deduções – que podem ser:

  • Dependentes;
  • Pensão alimentícia;
  • Previdência privada;
  • Dentre outros.

O contribuinte também pode abater no imposto de renda 2019 alguns gastos com saúde, educação e até mesmo deduções de incentivo à cultura etc.

As alíquotas do imposto de renda variam desde:

  • 7,5%;
  • 15%;
  • 22,5%;
  • 27,5%.

Quanto maior a renda do contribuinte, seus investimentos e bens, maior pode ser a sua alíquota de contribuição ao imposto.

Você sabia que nem todo mundo precisa pagar o Imposto de Renda? Confira quem possui direito à isenção do IRPF 2019.

Essa contribuição é uma forma de cobrir os gastos do governo com a sociedade, investir em desenvolvimento social e estrutural do país e melhorar a vida de milhões de pessoas em saúde, educação, segurança.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Declaração MEI 2019: DASN SIMEI

É bastante comum que muito empresário Microempreendedor Individual fique na dúvida quanto a necessidade de declaração MEI 2019. Para esclarecer suas dúvidas, vamos explicar abaixo tudo o que você precisa saber sobre a declaração MEI 2019 DASN SIMEI.

Se você tem essa dúvida e deseja saber se o MEI deve realizar a declaração do Imposto de renda ou não, então não deixe de continuar acompanhando os próximos tópicos deste post.

Declaração MEI
Declaração MEI

MEI Precisa Declarar Imposto de Renda?

A uma década atrás, a realidade dos empresários que hoje são considerados MEI era completamente diferente. Antes da criação desse grupo empresarial, os MEI operavam de forma informal, sem ter muitas possibilidades de crescimento.

Foi em 2008, com a criação da LEI COMPLEMENTAR Nº 128 que a situação dos trabalhadores informais começou a mudar. Apesar dessa lei ter trazido consigo vários benefícios/direitos a esses trabalhados, ela também veio impor mais obrigações ao MEI, e nessa lista de deveres encontra-se a declaração do Imposto de Renda.


Declaração Anual MEI

A declaração do Imposto de renda MEI deve ser realizada todo o ano. Esta declaração permite com que a empresa realize a demostração dos seus ganhos a Receita Federal, bem como fazer o pagamento do imposto a ela atribuído consoante a linha de rendimento.

Por conta disso, é importante que todo o microempreendedor individual realize essa declaração. Em caso de não declaração do imposto de renda, o empresário corre o risco de observar sanções.

Essas sanções vão desde o pagamento de multas de R$ 25 ou R$ 50, impossibilidade de fazer a emissão do DAS, restrição no fornecimento de benefícios disponibilizados ao MEI, entre várias outras.

DASN SIMEI
DASN SIMEI – Declaração Anual do Simples Nacional

Como Fazer a Declaração MEI do Imposto de Renda

A declaração MEI deve ser realizada a cada ano por meio do preenchimento e entrega por via da internet da Declaração Anual para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI).

O procedimento que possibilita a realização da declaração do Imposto de Renda MEI não é muito complexo, sendo que basicamente basta seguir o procedimento descrito, logo abaixo:

Primeiramente acesse o portal do empreendedor usando este link – http://www.portaldoempreendedor.gov.br/;

Espere até que a página carregue completamente e depois clique em “Serviços”;

Uma janela será aberta, nela clique na opção “Faça sua declaração anual de faturamento” para seguir em frente;

Agora informe o faturamento bruto da empresa e se houve ou não contratação de empregado no período;

Em seguida clique em “entregar declaração” para finalizar o processo.

 

Vale lembrar que somente os cidadãos que tiverem realizado a declaração MEI poderem fazer a impressão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).


Consultar Declaração Transmitida MEI

Quem tiver consigo um certificado digital ou até mesmo um código do Simples Nacional. Você pode realizar essa consulta de forma bem simples e rápida, como o passo a passo a seguir ilustra:

  • Acesse o Sistema do simples Nacional (use o certificado digital ou código);
  • Agora vá no campo “Consulta Declaração transmitida do MEI”;
  • Prontos, agora você já poderá ter certeza da transmissão da declaração.

O código de acesso do simples nacional pode ser obtido facilmente por meio do Sistema dessa plataforma. Para proceder com esse Sistema e obter o código, é necessário que o interessado tenha consigo os seguintes documentos: CNPJ, CPF e título de eleitor ou número de recibo do IRPF.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Recuperar Recibo IRPF 2019: Onde Encontrar, Consulta Extrato e Documentos necessários

Recuperar Recibo IRPF 2019 – Todo cidadão que realiza a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) no final é atribuído um número de identificação que conta com 12 números. Esta informação é necessária para a realização do acompanhamento o processamento da declaração pela internet.

Além disso, esse dado é solicitado quando o contribuinte necessita de realizar uma declaração retificadora.

Então, não deixe de acompanha os próximos tópicos deste post e saiba como você pode recuperar recibo IRPF que conta com esse número de identificação da declaração anual.

Recuperar Recibo IRPF 2019
Recuperar Recibo IRPF 2019

Recuperar Recibo IRPF 2019 – Onde Encontrar o Recibo

Para quem precisa de ter o número de identificação que consta no Recibo do IRPF 2019, é possível ter acesso ao mesmo de 3 formas diferentes, como está descrito abaixo:

  • Por via do computador ou dispositivo usado para o envio da declaração – para quem enviou a sua declaração a partir do disco rígido do computador, o recibo ficou gravado na pasta “C: Arquivos de Programas / SRFIRPF20XX transmitidas”, que foi criada no ano em que ocorreu o envio da declaração.

Sendo assim, o contribuinte pode seguir com a recuperação do recibo acessando estes dados no programa da receita Federal, bastando que para isso clique em “declaração” e em seguida “imprimir”, e “Recibo”.

Agora, no caso de quem fez a transmissão da declaração usando o aplicativo da receita federal a partir de um dispositivo com Sistema Android, o recibo deverá estar na pasta download.

Em caso de transmissão efetuada por via de um aparelho com o Sistema operacional iOS, o recibo estará na pasta de arquivos do programa do Imposto de Renda criada no momento da instalação do aplicativo.

  • Por via do Portal e-CAC – a recuperação do recibo IRPF pode ser realizada facilmente nesta plataforma, desde que o contribuinte tenha um cadastro prévio ou um certificado digital para acessá-lo.
  • Diretamente numa das unidades da Receita Federal – Caso nenhum dos procedimentos citados acima funcione, lembre-se que você também pode se dirigir a uma agencia da Receita Federal para recuperar recibo IRPF.

Como consultar o Extrato do IRPF 2019

A consulta do extrato do IRPF 2019 pode ser realizada por via online num computador conectado à internet – veja como você pode fazer essa consulta, já a seguir:

  • Entre no portal do IDG clicando AQUI;
  • Acesse a área do usuário clicando “Acessar” se você possui um certificado digital. Para quem não tem essa informação, será necessário clicar em “Gerar Código de Acesso” para obtê-la;
  • Prossiga informando o seu CPF, código de acesso e senha;
  • Com o acesso à área do usuário efetuada, vá em frente e clique em “Declarações e Demostrativos”;
  • Escolha a opção “Extrato do processamento da DIRPF”;
  • Continue escolhendo a opção “Extrato”;
  • Por fim, você já poderá fazer a impressão do extrato.


Quais documentos devem ser guardados

Para evitar inconvenientes, é bastante recomendado que após a realização do envio da declaração o contribuinte faça o arquivamento de algumas informações envolvidas nesse procedimento por um prazo de 5 anos.

A lista de documentos que devem ser guardados inclui comprovantes e arquivos que podem vir a ser solicitados em casos de questionamentos da Receita Federal, o que contempla toda a documentação usada na elaboração da declaração (escrituras de imóveis, comprovantes de operações de dependentes, informes de rendimentos, etc.).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...